Abner Elias Taborda e Fernando Iskierski

Abner e Fernando, ambos com 19 anos, foram assassinados no dia 2 de dezembro, após a saída de uma casa noturna situada na Av. Comendador Franco (Av. das Torres) em Curitiba.

 

Segundo as testemunhas houve um breve desentendimento no estacionamento da casa noturna, entre os três jovens que estavam com o Gol Branco (no caso Abner, Fernando e Nei que saiu gravemente ferido, mas sobreviveu) e o motorista de um Punto Vermelho. Os três rapazes foram embora, mas foram perseguidos pelo Punto vermelho, que ao emparelhar com o carro das vítimas, no Viaduto do Tomate, disparou mais de 15 tiros com uma arma calibre 9 mm (arma de uso exclusivo das Forças Armadas e da Polícia Federal), causando a morte instantânea de Abner e Fernando (com tiros no pescoço e cabeça nos dois jovens) e o terceiro amigo, Nei da Silva Pinheiro de 19 anos sofreu ferimentos graves nos braços e tórax foi socorrido e levado ao Hospital Cajuru. O Gol Branco das vítimas foi literalmente "metralhado". Após o atentado, o Punto Vermelho fugiu em direção a São José dos Pinhais.


O caso esta sendo investigado pela Delegacia de Homicídios (DH). A delegada Vanessa Alice, na éopoca titular da mesma, afirmou que vítimas e os autores tiveram “um rápido desentendimento” na casa noturna. “As pessoas envolvidas neste caso não se conheciam anteriormente. Elas vieram a se conhecer neste estabelecimento, no desentendimento”, disse a delegada.

 

Abner e Fernando eram amigos a muito tempo e  com uma educação familiar e religiosa exemplar, tiveram suas expectativas de futuro ceifadas de forma brutal e injustificada, porque "nada justifica o que aconteceu a estes dois jovens!".

 

Eles eram militares e o capitão do exército Luiz Carlos Almeida Jr., comandante de uma bateria do 5º GACAP, onde os soldados estavam lotados, comentou "que os rapazes além de terem boa conduta, eram conhecidos por serem bons atletas”.

 

A investigação sobre o crime esta parada, mesmo a delagacia de homicídios tendo trocado de delegado, quando os famíliares vão a delegacia pedindo informações o delegado atual nada sabe. E continua a impunidade!

 

http://www.parana-online.com.br/editoria/policia/news/495746/?noticia=SOLDADOS+DO+EXERCITO+SAO+ASSASSINADOS+NO+UBERABA

 

http://elizabethmetynoski.blogspot.com.br/2013/03/caso-fernando-iskierski-e-abner-elias_2.html

 

http://dialogospoliticos.wordpress.com/2010/12/02/abner-elias-e-fernando-iskierski-recrutas-do-exercito-sao-assassinados-apos-confusao-em-boate-de-curitiba/

                                                                                                   Web Design: Elizabeth Metynoski *Todos os Direitos Reservados*