ÉCIO CARLOS CRISTOFANI

No dia 07/03/2007, ÉCIO CARLOS CRISTOFANI, 40 anos, economista, trabalhador, honesto; chegava à empresa que trabalhava, estacionou seu carro na mesma rua e horário de costume, neste momento foi abordado por 3 homens, que atiraram em Écio, os disparos atingiram órgãos vitais: coração, pulmão e fígado, ele caiu ensanguentado, um dos atiradores atravessou a rua para conferir se o “trabalho “ havia sido realizado com êxito.

 
Écio festejaria seu aniversário de casamento neste dia, mas em vez disso foi executado de forma brutal e covarde, sem direito a defesa, teve seus sonhos e metas interrompidos. O empresário chegou a ser socorrido e levado ao pronto-socorro do Hospital Tatuapé, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Deixando esposa e filhos pequenos.


Dias antes de sua morte, estava decepcionado e preocupado, pois havia descoberto um desvio de valores na empresa. No dia 06/03/2007, um dia antes de sua morte, havia discutido com um dos responsáveis pelo furto/estelionato. 


Após seis anos de sua morte, o homicídio está ainda na fase do Inquérito Policial, no DHPP e os criminosos continuam impunes. O empresário chegou a ser socorrido e levado ao pronto-socorro do Hospital Tatuapé, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a polícia tem o retrato falado de pelo menos um dos criminosos. Ele seria um homem branco, aparentando cerca de 35 anos de idade, com cabelos castanhos, magro e de, aproximadamente, 1m70 de altura. 


http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL9790-5605,00.html

 

Por Claudia Cristofani, esposa de Ecio Carlos Cristofani

                                                                                                   Web Design: Elizabeth Metynoski *Todos os Direitos Reservados*