Flávio dos Santos Borges

Flávio trabalhava no estabelecimento comercial com o pai. Ele sempre foi o braço direito em todas as atividades comerciais , de segunda a sábado, das 8:00 às 18:00 horas e estudava no período noturno, e no domingo gostava de jogar futebol com os amigos onde sempre o pai acompanhava porque o pai também participava da turma. Segunda-feira, dia 20/08/2001,às 15:20 horas , o seu sonho, a alegria de viver foi interrompido por uma arma de fogo, onde um indivíduo passava em frente ao estabelecimento, quando os marginais que estavam no carro avistaram-no e começaram atirar . Ele , o indivíduo , que estava na calçada, correu para dentro do estabelecimento para se proteger, mesmo assim os ocupantes do carro continuaram atirando , onde o individuo levou 09 tiros e o Flávio que nada tinha com o caso, uma bala que bateu no azulejo , ricocheteou atingindo a cabeça do Flávio. Quando o pai ouviu os disparos , abraçou o filho e se deitaram no chão para se protegerem, mas infelizmente nada pôde fazer. O pai não conseguiu salvar seu filho que estava nos seus braços. O indivíduo que se escondeu no estabelecimento estava em liberdade condicional, levou 09 tiros e sobreviveu e os outros, os três assassinos também tinham passagem na polícia , (os seus nomes faziam parte das fichas criminais ).O crime foi acerto de contas pelo tráfico de drogas. A família destruída mas o pai foi à busca da justiça . Depois de um ano e três meses, os três assassinos foram presos. Aguardam o julgamento presos.

 

“Quem perde o pai ou a mãe, perde o passado. Quem perde o marido ou a mulher, perde o presente. Quem perde o filho, perde o futuro. “ (pai)

                                                                                                   Web Design: Elizabeth Metynoski *Todos os Direitos Reservados*