Pedro Henrique Testani Ruiz

Pedro Henrique Testani Ruiz, 7 anos, foi vítima de um motorista, em alta velocidade que subiu em cima da ciclovia e o remessou à 20 metros de distância, levando ao óbito imediato, Monte Sião-SP, em 30/06/2002.

Por Teresa Testani, mãe de Pedro Henrique Testani Ruiz

Anjinho Lindo "assim eu chamava o meu Filho: Pedro Henrique Testani Ruiz".

Tive meu único filho aos 40 anos de idade. Foi muito desejado, esperado e muito amado. Sempre amável, alegre e muito inteligente. Considerado super dotado na escola. Havia um mês que havíamos nos mudado para São Paulo, quando no domingo, final da Copa Mundial de Futebol, dia 30 de Junho de 2002, ele foi brutalmente afastado, definitavamente de mim.

Um rapaz inexperiente, em alta velocidade, subiu na ciclovia e atingiu meu filho, lançando-o a mais de 20 metros de distância.
Gritei: PedroHenriqueee!!!...Corrí...Caí...

Perdí meu chão, meu céu, tudo o que tinha. Perdí meu filho.
Tive ódio e desejei matar. Desejei morrer...
Sentí vergonha dos meus sentimentos e por ele, lutei para viver. Hoje, vivo por ele.

E o caso continua Impune ! O culpado pela morte de Pedro Henrique Testani Ruiz não foi punido e a essa mãe só resta a dor da saudade e a revolta de saber que o responsável pela morte de seu pequeno filho continua sem responder por seus atos.

Impunidade no Trânsito

Faça você a sua parte, reveja a sua conduta, ainda que a impunidade no trânsito impere. Aja com responsabilidade para que amanhã não tenhamos que apontá-lo como o responsável por mais uma triste tragédia ! Pense nisso...Respeite o próximo, Respeite a Vida!

                                                                                                   Web Design: Elizabeth Metynoski *Todos os Direitos Reservados*